quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Coração partido.
Deprimido
Estilhaços no chão, foi tudo em vão.
Tenho que refáze-lo, reconstruir-lo.
Medo de viver o que já foi vivido.
Medo da força torna-se frágil.
Medo do calor tona-se gelado.
Coração de pedra sensível; será possível ?
Desejo reprimido.
Faça-me juntar os cacos , transformá-lo em Amor Recostruído.

Nenhum comentário:

Postar um comentário