terça-feira, 27 de outubro de 2009


Manhã de domingo
Observo a criança que brinca
Esboço;
Projeto de gente,
Gente inocente

Me intriga
Substima meu poder;
Poder de transformá-lo,
Educá-lo

Tantos sentimentos
Fui precoce
Tornei-me gente grande;
Importante
Tornei-me super- herói
Pessoa que constrói,
e destrói barreiras
que impeçam a criança de ter esperança

Sou o escudo,
A confiança
Protegendo-o do medo,
do desespero
Protegendo-o sua vida
como se fosse, não só a minha,
mas a de uma família.

Te amo , meu filho!




Nenhum comentário:

Postar um comentário