quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Meu Eu


Pego - me rindo absurdamente só de pensar em ti;
Sinto-me em êxtase, transe.
Felicidade contínua
Abstenho-me de fluxo negativo, só por tê-lo sempre comigo,
Mesmo que não de corpo, mas de alma, sempre.
Tenho-no em meus pensamentos noite e dia
Protejo-o, mesmo que seja em palavras, já que na força não me é permitido; mesmo também que eu me sinta desprotegida e só teu colo me acalme, porque é nele que encontro o que sempre preciso; carinho.
Teu afago, teu sorriso, te olhar, mesmo aquele de repreensão, eu admiro, incondicionalmente.
És essencial, subjugável; perfeito aos meus olhos, imensurável de qualidades tão distintas.
Único, por ser apenas único e por ser o “meu” único; por me completar, me alegrar e me tranqüilizar nas horas que preciso.
Inestimável
Caixinha de surpresas, sempre boas.
Meu amante, meu amigo.
Meu amor.